Você está em

Home / Voltar / Plenário

Detalhes da Notícia

HARMONIZAÇÃO OROFACIAL: #DentistaPodeSim

Seja por procedimentos estéticos ou terapêuticos, a Harmonização Orofacial (HOF) pode ser realizada, legalmente, por cirurgiões-dentistas.
HARMONIZAÇÃO OROFACIAL: #DentistaPodeSim

Para entender melhor sobre isso, saiba o que pensa o presidente do CRO/RS, Nelson Eguia, posicionando-se em defesa da classe e em observância da legislação.

1. O cirurgião-dentista tem amparo legal para realizar procedimento ligados a Harmonização Orofacial?

EGUIA – SIM. O cirurgião-dentista pode sim realizar procedimentos relativos à Harmonização Orofacial (HOF).

O Conselho Federal de Odontologia (CFO) – que é o órgão que  fiscaliza o exercício  profissional no Brasil – através da Resolução 176/2016 autoriza o uso de preenchedores  faciais pelo Cirurgião-dentista, para fins terapêuticos funcionais e/ou estéticos  na área de atuação do profissional, qual seja, superiormente ao osso hioide, até o limite do ponto násio e anteriormente ao tragus, abrangendo estruturas anexas – em casos de procedimentos não cirúrgicos, inclui-se também o terço superior da face.

Recentemente através da Resolução CFO 198/2019 o Conselho Federal de Odontologia reconheceu a Harmonização Orofacial como especialidade odontológica.

2. Qual a razão dessa briga de categorias profissionais?

EGUIA – A Odontologia não está em briga.  Ao contrário, respeita todas as categorias da saúde pelo bem que podem promover ao cidadão e à sociedade.  Jamais se deveria brigar por ego ou dinheiro…

Entendemos também que não deveríamos brigar por marcado. Mas sim para qualificar o contexto da saúde, tentar atuar de forma multidisciplinar, compondo com médicos, biomédicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, farmacêuticos, enfim…. Quem ganha é o paciente.

3. Cabe ao paciente escolher o profissional para realizar seu tratamento?

EGUIA – Naturalmente.  A HOF não é novidade. Agora passou a ganhar evidência pela demanda por beleza e estética.

Há muitos interesses comerciais envolvidos.

Nós, CDs, faz muito tempo que trabalhamos com reabilitação dentária.  Pacientes não perdem apenas dentes, mas também sorriso, autoestima e até vontade de viver.

Isso quer dizer que mais do que tratamentos estéticos ou terapêuticos lidamos com pessoas.

Estamos capacitados para lidar com qualquer tipo de intercorrência que surgir durante os procedimentos para os quais estamos habilitados.

Presidente Nelson Eguia

4. Entende que a disputa pelo mercado pode trazer algum tipo de prejuízo ao paciente?

EGUIA – Veja, a Odontologia não está em litígio com quem quer que seja. Apenas expressando que sim, o cirurgião-dentista está habilitado a realizar procedimentos vinculados `a HOF.  Brigas e notas de repúdio não servem a propósitos de saúde.

Defendo que cada categoria divulgue suas competências, sem denegrir colegas e permitir que o cliente faça suas escolhas…

5. E quanto aos erros e falhas de CDs em procedimentos estéticos?

EGUIA – Erros e equívocos não deveriam existir, mas acontecem.

Ocorrem na Odontologia, felizmente com índices bastante reduzidos, mas também em todas as áreas da saúde e da não saúde.

Não temos nenhuma denúncia de paciente relacionada à Harmonização Orofacial junto à Comissão de Ética do CRO do Rio Grande do Sul. Nenhuma!!!!

Não são permitidas publicidades do tipo:

  • Concorrência desleal;
  • Preço.

E elas seguem sendo efetivadas em todas as áreas… lamentavelmente.

É importante frisar que alguns procedimentos da HOF como aplicação de toxina botulínica e mais preenchedores é um ato multidisciplinar – o que tem incomodado a medicina de forma particular, por não aceitar que outras profissões também possam executar estes procedimentos.

6. Em que ambiente trabalha o cirurgião-dentista?

EGUIA – Atuamos em consultórios, clínicas e também em ambiente hospitalar. Neste último realizando procedimentos cirúrgicos bem complexo como por exemplo fazendo a recuperação total de face, chancelados por conhecimento acadêmico de graduação, onde por 5 anos estudamos profundamente as áreas de cabeça e pescoço.

Acesse as resoluções por aqui.

Para saber mais, assista ao vídeo que explica quais as contribuições da Odontologia para a Harmonização Orofacial, por aqui.

Compartilhe!


RUA VASCO DA GAMA, 720

PORTO ALEGRE - RS - CEP: 90420-110

+55 (51) 3026-1700

CRORS@CRORS.ORG.BR

ESCOLHA O SETOR DESEJADO
Ancora